REDES SOCIAIS

21°C

Deputado diz que PP atualizou lista e chapa segue mantida à ALMT

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

image

O deputado estadual e candidato à reeleição, Paulo Araújo (PP), afirmou na tarde desta quarta-feira (24), que as alegações referentes ao não cumprimento do limite proporcional de candidatos homens e mulheres para disputa à Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT), já foram regularizadas.

Segundo ele, houve uma falha técnica, onde foi contabilizado o nome de Oscar Bezerra na disputa, porém, o candidato já havia desistido de disputar o cargo.

“É porque nós não contabilizamos a ausência do Oscar, que estava como se ele fosse candidato. Aí fez a desistência e voltou ao normal. Estava com mais homens [na lista], com Oscar, não contabilizando a desistência […] falha técnica e operacional. [Mas] já foi corrigida e ampliada, porque nós ampliamos mais mulheres, mais duas mulheres”, disse ele. 

O Ministério Público Eleitoral havia solicitado a impugnação da chapa Progressista. 

Por meio de nota, o partido reconheceu o papel da mulher e destacou que houve um equívoco na lista enviada ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

“O equívoco ocorreu na lista enviada ao TSE onde constava o nome do ex-deputado Oscar Bezerra que, após apresentar pedido de registro de candidatura, recuou do projeto”, diz trecho da nota.

NOTA DE ESCLARECIMENTO

“Sobre a divulgação de que o MP Eleitoral teria pedido a impugnação da chapa do Partido Progressista sob alegação do não cumprimento do limite máximo de candidatura por gêneros, a direção estadual vem à público esclarecer que:

– A chapa será mantida vez que, a cota feminina está dentro do que determina a lei;

– O equívoco ocorreu na lista enviada ao TSE onde constava o nome do ex-deputado Oscar Bezerra que, após apresentar pedido de registro de candidatura, recuou do projeto;

– Por fim, que o PP respeita e reconhece SIM, o papel da mulher na sociedade e a importância da participação feminina na esfera política e, por essa razão, garante espaço para a construção dos projetos a cargos eletivos de: Simone Laura, Cristina dos Santos, Naiusa Machado dos Santos, Maria de Fátima Costa Santos, Rosinere Vital da Silva Leite e Sandra Prina Torres.”

Fonte: Isso É Notícia

VÍDEOS EM DESTAQUE

ÚLTIMAS NOTÍCIAS