REDES SOCIAIS

28°C

Emir do Kuwait, Sheikh Nawaf al-Ahmad al-Sabah, morre aos 86 anos

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

O emir do Kuwait, Sheikh Nawaf al-Ahmad al-Sabah, morreu neste sábado (16), aos 86 anos, de acordo com a corte real, pouco mais de três anos depois de assumir o poder do país produtor de petróleo do Golfo, aliado dos Estados Unidos.

A causa de sua morte não foi divulgada imediatamente. O emir foi internado no hospital no final do mês passado devido ao que a agência de notícias estatal descreveu como um problema de saúde de emergência, mas disse que o seu estado era estável.

O príncipe herdeiro Sheikh Meshal al-Ahmad al-Sabah, 83 anos, irmão do Sheikh Nawaf, é o sucessor designado. É ele quem, de fato, governa o Kuwait desde 2021, quando o frágil emir entregou a maior parte das suas funções.

O Sheikh Nawaf tornou-se emir em setembro de 2020, após a morte do seu irmão, o Sheikh Sabah, que governou durante mais de uma década e moldou a política externa do país durante mais de 50 anos.

Ele era visto pelos diplomatas como um construtor de consenso, embora o seu reinado tenha sido marcado por um intenso impasse entre o governo e o parlamento eleito, o que impediu reformas estruturais importantes no país rico em petróleo.

O Kuwait, detentor da sétima maior reserva de petróleo do mundo, faz fronteira com a Arábia Saudita e o Iraque e fica do outro lado do Golfo do Irã.

Desde que assumiu o cargo em 2020, o Sheikh Nawaf manteve uma política externa que equilibrou os laços com esses vizinhos, enquanto a nível interno foram formados oito governos.

Segundo a constituição do Kuwait, o príncipe herdeiro torna-se automaticamente emir, mas só assume o poder depois de prestar juramento no parlamento. O novo emir tem até um ano para nomear um herdeiro.

Fonte G1 Brasília

VÍDEOS EM DESTAQUE

ÚLTIMAS NOTÍCIAS