REDES SOCIAIS

26°C

Fávaro diz que “questão indígena” foi superada e pavimentação da BR-158 deve sair do papel

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

Fred Moraes

Única News

@media only screen and (max-width: 767px) {
.img-wrapper {
margin-bottom: 5px;
}

.content-title {
margin-bottom: 10px;
}
}

O ministro de Agricultura e Pecuária (MAPA), senador licenciado Carlos Fávaro (PSD), afirmou que o licenciamento das obras da pavimentação da Rodovia Federal BR-158, aguardada há mais de dez anos por moradores e quem passa na região do Vale do Araguaia, deve sair do papel nos próximos dias. Após uma reunião com o ministro de Transportes, Renan Filho (MDB), Fávaro disse que todo o embargo relacionado a aldeias indígenas que ficam próximas da rodovia foi resolvido e, com isso, o licenciamento de pavimentação chega cada vez mais perto da execução.

Ficou acertado que Mato Grosso irá receber investimentos até 850 milhões de reais este ano, valor mais de 3 vezes maior que em 2022.

“O desafio do licenciamento das BRs 158 e 242, componente indígena totalmente superado. Um ganho histórico, quem apostou contra perdeu. Superamos a alteração do traçado. Estará tudo ficando pronto nos próximos dias”, disse Fávaro.

O ministro Jader Barbalho Filho por sua vez, disse que o Governo Federal garantiu mais recursos para o custeio da obra e agilizar os entraves históricos, como da BR-158.

“Estamos cumprindo tudo aquilo que o presidente Lula nos orienta. Ele garantiu mais recursos e esses recursos vão se transformar em obras agilizando os entraves históricos que as obras tinham. Isso vai permitir que assim que obtivermos licenças ambientais para ter condição de dar ordem de serviços para mais 90 quilômetros da 158”, explica.

A ordem de serviço para a pavimentação da BR-158 foi assinada em setembro do ano passado. A obra compreende um trecho de 120 quilômetros da rodovia, que contorna a reserva Marãiwatsédé, cortando os municípios de Bom Jesus do Araguaia, Serra Nova Dourada e Alto Boa Vista. Pelo trecho estima-se que cerca de dois mil caminhões passem por dia, além de veículos de passeio, ônibus de viagem e ambulâncias.  

A BR-158 está incluída no Novo Programa de Aceleração do Crescimento (PAC). O programa investirá em Mato Grosso cerca de R$ 60,6 bilhões em obras voltadas para rodovias federais, ferrovias, saúde, educação, entre outros eixos.

Fonte: Isso É Notícia

VÍDEOS EM DESTAQUE

ÚLTIMAS NOTÍCIAS