REDES SOCIAIS

19°C

Ibama vai reanalisar pedido da Petrobras para exploração de petróleo na bacia da foz do Amazonas

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

O Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) informou que vai reanalisar o pedido da Petrobras para exploração de petróleo na bacia da foz do Amazonas.

A reapresentação do pedido foi feita pela Petrobras na última quinta-feira (25), após o Ibama ter rejeitado dar a licença por entender que o pedido não continha garantias para atendimentos à fauna em possíveis acidentes com o derramamento de óleo.

“O Ibama informa que recebeu nesta quinta-feira (25/05) a reapresentação de Pedido de Expedição de licença ambiental para atividade de perfuração marítima no Bloco FZA-M-59, na Margem Equatorial Brasileira, pela Petrobras”, diz o Ibama em nota divulgada na sexta-feira (26).

“O Instituto vai analisar novamente a proposta e discutir tecnicamente as alterações apresentadas no novo pedido”, completa a nota.


window.PLAYER_AB_ENV = “prod”

Pesquisa negada

Nas últimas semanas, o Ibama negou autorização para a Petrobras perfurar um poço de petróleo no litoral do Amapá, na bacia da foz do Amazonas. A estatal aguardava esse aval para fazer uma perfuração de teste a cerca de 175 quilômetros da costa.

O documento técnico apontou que o plano da Petrobras para a área não apresenta garantias para atendimentos à fauna em possíveis acidentes com o derramamento de óleo, além de lacunas quanto à previsão de impactos da atividade em três terras indígenas em Oiapoque.

A decisão do Ibama gerou atritos no governo e entre parlamentares da região amazônica.

O líder do governo no Congresso, senador Randolfe Rodrigues (AP), anunciou saída do partido Rede Sustentabilidade ? fundado pela atual ministra do Meio Ambiente, Marina Silva. A disputa sobre a exploração de petróleo na região é apontada com um dos fatores para o desgaste.

Fonte G1 Brasília

VÍDEOS EM DESTAQUE

ÚLTIMAS NOTÍCIAS