REDES SOCIAIS

34°C

Janaina pede que população fique atenta a apoiadores de Emanuel na Câmara: “Tem que dar um basta”

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

Fred Moraes

Única News

@media only screen and (max-width: 767px) {
.img-wrapper {
margin-bottom: 5px;
}

.content-title {
margin-bottom: 10px;
}
}

A deputada estadual Janaina Riva (MDB) sugeriu que os eleitores cuiabanos fiquem de “olhos abertos” com os vereadores que estão “comprometidos” com o prefeito e votaram contra a abertura da Comissão Processante de Investigação, que pode resultar na cassação de Emanuel Pinheiro (MDB). Janaina disse que a CPI é algo fora do campo político e trata-se de uma “esperança” para que a capital do Estado deixe de ser administrada por Emanuel, que segundo ela, abandonou a cidade.

“Eu acho que a população tem que ficar atenta a quem votou contra a cassação. Tem que dar um basta nisso. Já que o judiciário não entende dessa forma, que a Câmara seja responsável pelos atos. Temos uma eleição se aproximando e espero que a população esteja atentamente vendo como vota os vereadores. É muito além de questão política, é ter piedade com Cuiabá. Notícias de corrupção e má gestão”, disse a deputada.

A parlamentar ainda disse que após o período eleitoral, o diretório estadual do MDB irá intervir e “reorganizar” o partido, e não descarta a retirada do prefeito Emanuel do banco de filiados da agremiação.

“Depois das eleições, iremos ver quem estava do lado certo e junto ao diretório estadual do MDB, buscar o nosso direito de recuperar o MDB em Cuiabá, sem Emanuel, reestruturar o partido, e virar a página que está manchando o partido”, finaliza.

Apenas os vereadores Adevair Cabral (PTB), Cezinha Nascimento (União Brasil), Dídimo Vovô (PSB), Ricardo Saad (PSDB), Luís Cláudio (MDB), Paulo Henrique (PV), Mário Nadaf (PV) e Sargento Vidal (MDB) votaram contra a abertura da Comissão Processante na última terça-feira (12).  

Votaram a favor da comissão os vereadores: Demilson Nogueira (PP), Dilemário Alencar (Podemos), Dr. Luiz Fernando (Republicanos), Edna Sampaio (PT), Eduardo Magalhães (Republicanos), Eleus Vieira de Amorim (Cidadania), Jeferson Siqueira (PSD), Kassio Coelho (PRD), Lilo Pinheiro (PDT), Marcus Brito Jr (PV), Maysa Leão (Republicanos), Michelly Alencar (União), Rodrigo Arruda E Sá (Cidadania), Rogério Varanda (MDB), Sargento Joelson (PSB) e Wilson Kero Kero (Podemos).  

O suplente Eleus Amorin assumiu o mandato somente para essa votação, porque o titular da vaga, Fellipe Corrêa, era autor do requerimento e foi impedido de votar pela Regimento da Casa.

Fonte: Isso É Notícia

VÍDEOS EM DESTAQUE

ÚLTIMAS NOTÍCIAS