REDES SOCIAIS

28°C

Lula recebe credenciais de embaixador da Venezuela indicado por Maduro

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) recebeu nesta quarta-feira (24) as credenciais do novo embaixador do regime de Nicolas Maduro, da Venezuela, no Brasil. Manuel Vicente Vadell Aquino foi recebido junto com outros embaixadores em cerimônia no Palácio do Planalto.

A entrega das credenciais ao presidente é uma formalidade que marca o início da atuação do diplomata no Brasil. Um embaixador assume o posto depois de entregar os documentos ao governo do país onde irá atuar.

Desde o início do governo do ex-presidente Jair Bolsonaro (PL), em 2019, o governo brasileiro reconhecia como governo legítimo da Venezuela o autoproclamado Juan Guaidó, que enviou ao Brasil a advogada María Teresa Belandria Expósito.

Belandria, especialista em direito econômico internacional, é professora da Universidade Central da Venezuela e coordenadora do partido Vente Venezuela, da líder oposicionista María Corina Machado.

Retomada de relações com Maduro

Em março de 2020, o Brasil retirou seus diplomatas que trabalhavam na embaixada do Brasil na Venezuela, em Caracas, capital do país. o governo do ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) não reconhecia o governo de Maduro.

O governo brasileiro queria que o governo venezuelano fizesse o mesmo. Como isso não aconteceu, no mês seguinte, o Ministério das Relações Exteriores enviou um ofício à Embaixada da Venezuela em Brasília pedindo para os diplomatas da embaixada deixarem o Brasil.

Em 18 de janeiro de 2023, já durante do governo de Lula, o presidente enviou novamente à Caracas a missão diplomática brasileira para reabrir a embaixada brasileira na Venezuela.

“O envio da missão reflete a decisão do Governo brasileiro de normalizar as relações bilaterais, permitindo a retomada de tratativas com o Governo venezuelano sobre os diferentes temas que compõem a agenda entre os dois países. O diálogo com a Venezuela, país com o qual o Brasil compartilha laços históricos de amizade e de cooperação, além de extensa fronteira, é fundamental não apenas para o adequado seguimento da pauta bilateral, mas também para a revitalização da integração regional”, disse o Itamaraty em nota.

Quatro dias depois o Brasil concedeu o agrément a Vadell Aquino para representar o governo de Maduro em Brasília.

De acordo com o governo, o anúncio foi realizado por ocasião de reunião mantida pelo Ministro Mauro Vieira com o Chanceler venezuelano, Yvan Gil, hoje, 23 de janeiro, em Buenos Aires.

Lula recebeu mais embaixadores

Além do embaixador venezuelano, Lula recebeu as credenciais dos seguintes embaixadores:

  • Embaixador da República Democrática do Congo, Benoit-Labre Mibanga Ngala-Mulume Wa Badidike
  • Embaixador do Reino da Arábia Saudita, Faisal Ibrahim Ghulam
  • Embaixador da República de Moçambique, Jacinto Januário Maguni
  • Embaixadora da Comunidade da Austrália, Sophie Millicent Grant Davies
  • Embaixador da República da Colômbia, Guillermo Rivera Flórez
  • Embaixador da República do Chile, Sebastián Depolo Cabrera
  • Embaixadora da Malásia, Gloria Corina Anak Peter Tiwet
  • Embaixador da República da Armênia, Armen Yeganian
  • Embaixador da República da Nicarágua, Gadiel Osmani Arce Zepeda
  • Embaixadora da República do Senegal, Aminata Fall Cissé
  • Embaixador da República de Cuba, Adolfo Curbelo Castellanos

Fonte G1 Brasília

VÍDEOS EM DESTAQUE

ÚLTIMAS NOTÍCIAS