REDES SOCIAIS

29°C

Marília Arraes diz que mortes pela chuva são ‘tragédia anunciada’ e propõe investir 1% da receita do estado em habitação

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

window.PLAYER_AB_ENV = “prod”

A deputada federal Marília Arraes, candidata do Solidariedade ao governo de Pernambuco, afirmou, em entrevista ao g1, que foi uma “tragédia anunciada” o desastre causado pelas chuvas que deixaram mais de 130 mortos em Pernambuco, entre maio e junho deste ano. Ela disse que, se for eleita, pretende investir 1% da receita corrente líquida do estado em habitação, para reduzir o perigo para quem mora em áreas de risco no estado.

Além das mortes, as chuvas também destruíram as casas de milhares de pessoas. A maioria das vítimas morreu por soterramento, após deslizamentos de barreiras em várias cidades. Segundo Marília Arraes, Pernambuco e o Recife não investem “há muito tempo em obras de convivência com a situação dos morros”.

Ouça, abaixo, a íntegra da entrevista no podcast:

Em 2021, a receita corrente líquida de Pernambuco foi de R$ 31,3 bilhões. Com isso, se posta em prática, a proposta de Marília Arraes de investir 1% em habitação seria de R$ 313 milhões. Esse valor, segundo ela, seria empregado anualmente.

Paulo Câmara (PSB), nos últimos 8 anos, investiu R$ 500 milhões em propaganda e R$ 140 milhões em habitação. Se a gente destinasse, pelo menos, 1% da receita corrente líquida, estou falando de 1%, a gente estava falando de 10% nas estradas. Um por cento da receita corrente líquida em habitação como um programa de estado, e não um programa de governo. Não é um programa do governo Marília Arraes”, afirmou.

LEIA TAMBÉM:

A candidata contou que esse dinheiro seria utilizado para a construção de habitacionais e para regulações fundiárias necessárias. Tudo isso, de acordo com Marília Arraes, seria feito em conjunto com um planejamento metropolitano.

“Necessário que o governo do estado tenha um planejamento metropolitano, seja de drenagem, de sistema viário, que a gente planeje qual é o Pernambuco, qual é a Região Metropolitana que a gente quer para daqui a 20 anos. É extremamente necessária essa organização, o plano metropolitano, em que as instâncias… que a gente envolva a sociedade civil, os três níveis de governo, município, estado, governo federal e as universidades. Porque tudo isso deve ser feito de forma conjunta”, declarou.

Próximos entrevistados

Marília Arraes foi a primeira a ser entrevistada na série do g1, pela apresentadora Clarissa Góes, do Bom Dia Pernambuco. Os candidatos entrevistados ao vivo, nesta semana, tiveram 5% ou mais de intenção de voto na pesquisa Ipec de 15 de agosto. Eles têm direito a uma hora de entrevista. Os próximos entrevistados são os seguintes:

Os outros seis candidatos terão entrevistas de 20 minutos, gravadas sem corte, exibidas entre 29 de agosto e 3 de setembro. A ordem é a seguinte:

Todas as entrevistas ficam disponíveis na íntegra, em vídeo, e em áudio, como episódio especial do podcast “O Assunto”.

A iniciativa do g1 de entrevistar em podcast os candidatos começou em junho, com a série do podcast “O Assunto”, apresentada pela jornalista Renata Lo Prete, com os postulantes à corrida presidencial.

Durante as entrevistas, os candidatos também responderão a perguntas do público.

Clique AQUI para participar. Lembre-se de colocar ?Entrevista g1? no título e, no campo mensagem, envie sua pergunta.

VÍDEOS: mais vistos de Pernambuco nos últimos 7 dias

Fonte G1 Brasília

VÍDEOS EM DESTAQUE

ÚLTIMAS NOTÍCIAS