REDES SOCIAIS

28°C

Mauro evita falar sobre decisão entre Fábio ou Botelho

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

@media only screen and (max-width: 767px) {
.img-wrapper {
margin-bottom: 5px;
}

.content-title {
margin-bottom: 10px;
}
}

mauro mendes

 

Em conversa com a imprensa na manhã desta quuarta-feira (20), o presidente estadual do União Brasil (UB), governador Mauro Mendes, não deu nenhuma definição sobre o imbróiglio envolvendo a permanência ou saída do presidente da Assembleia Legislativa, deputado Eduardo Botelho (União) das fileiras do partido.

Além disso, o governador também preferiu não falar sobre quem será o candidato do partido à Prefeitura de Cuiabá, se Botelho ou o atual chefe da Casa Civil de MT, Fábio Garcia.

Mendes afirmou que tem tentado deixar a discussão para o “momento adequado” e ainda fez uma piada sobre a intensidade do conflito interno no partido para ser prefeito da capital de MT, considerado um dos mais difíceis desafios da gestão pública no estado.
“Está cedo ainda, né gente? Eu nunca vi começar uma campanha tão intensa, um ano e meio antes. Como já disse alguém muito conhecido no Brasil, nunca antes na história desse Mato Grosso se começou uma campanha tão antes, para brigar por algo tão ruim, que é ser prefeito de Cuiabá”, disse o chefe do Paiaguás.

“Por enquanto, as coisas estão razoavelmente bem, e eu ‘tô’ tentando empurrar esse ‘negócio’ [Sic.] lá para o momento certo. Eu acho que se disparou um processo eleitoral muito cedo. Isso é muito ruim. Isso é muito caro para a sociedade”, completou Mauro, que desde o início da “queda de braço” entre Fábio e Eduardo Botelho, em meados do primeiro semestre deste ano, sempre defendeu que a decisão fosse tomada somento no ano que vem.

Apesar da piada, o próprio Mauro Mendes já foi prefeito da Capital, tendo disputado o caargo duas vezes para conseguir vencer. A primeira disputa aconteceu em 2008, quando foi derrotado no segundo turno para o então candidato à reeleição, Wilson Santos (PSD).

Já em 2012, Mauro obteve êxito, ao vencer a disputa contra Lúdio Cabral (PT).

Fonte: Isso É Notícia

VÍDEOS EM DESTAQUE

ÚLTIMAS NOTÍCIAS