REDES SOCIAIS

18°C

Mendes diz que câmera em fardas não são eficientes e descarta uso em MT

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

image

O governador de Mato Grosso, Mauro Mendes (UB), descartou nesta sexta-feira (26), adotar à instalação de câmeras de segurança nas fardas dos agentes da Segurança Pública do Estado. Conforme o chefe do Executivo, a medida “não se mostrou eficiente”.

Na ocasião, Mauro ainda brincou dizendo que se monitorassem a atuação dos bandidos, o Estado avaliaria fazer o mesmo os policiais.

“Já se mostrou que não é eficiente, se for garantido que vai colocar uma câmera em cada bandido para filmar a atuação deles, a gente coloca nos nossos policiais”, disparou.

Com a declaração, mesmo diante de uma possível aprovação da pauta na Assembleia Legislativa (ALMT), a medida dificilmente seria sancionada pelo governador.

O projeto

De autoria do deputado estadual Wilson Santos (PSD), a proposta visa a obrigatoriedade da instalação de câmeras de vigilância no interior dos veículos, aeronaves, da Polícia Civil, Polícia Militar, Penal e Bombeiros, além de coletes e capacetes.

Antes de se licenciar da Casa Legislativa, o deputado estadual Eduardo Botelho (União Brasil), chegou a comentar que agora que a pauta retornou em discussão, ela ‘não será aprovada no afogadilho’.

Conforme Botelho, antes da aprovação da matéria, é necessário ouvir policiais e a população sobre os impactos do projeto.

“Esse assunto ainda deve ser muito debatido, evidentemente que será uma pauta que vai trazer grandes discussões para Assembleia e também não será aprovada no afogadilho. Temos que ouvir os policiais… só não vamos ouvir bandido aqui dentro, o resto vamos ouvir, temos que consultar a população”, brincou”, afirmou.

 

 

Fonte: Isso É Notícia

VÍDEOS EM DESTAQUE

ÚLTIMAS NOTÍCIAS