REDES SOCIAIS

16°C

?Missão é reduzir desigualdades entre municípios?, garante Bortolin

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

@media only screen and (max-width: 767px) {
.img-wrapper {
margin-bottom: 5px;
}

.content-title {
margin-bottom: 10px;
}
}

LEONARDO BORTOLIN

 O presidente eleito da AMM, Léo Bortolin.

Durante esta semana, o presidente eleito da Associação Mato-gropssense dos Municípios (AMM) e prefeito de Primavera do Leste (242 Km de Cuiabá) Leonardo Bortolin (MDB), realizou uma análise detalhada dos resultados preliminares da transição de gestão na entidade.

As avaliações dos relatórios setoriais seguirão até o fim desta semana. Já a versão final sobre a transição de gestão deve ser concluída até a próxima quarta-feira (20). O estudo visa desenvolver um planejamento estratégico ousado, destinado a estabelecer metas e iniciativas voltadas, principalmente, para reduzir as desigualdades entre os municípios do Estado.

“A gente entende que, apesar de Mato Grosso ter resgatado a credibilidade administrativa, existe uma grande desigualdade entre os municípios, e nosso foco será diminuir essa disparidade”, afirmou Bortolin.

As ações do novo presidente se concentrarão principalmente nas menores cidades de MT, buscando promover crescimento e equidade. Para isso, Léo afirma que planeja promover a interação entre prefeituras e os ministérios federais, com a atuação de um núcleo dedicado dentro da AMM atuando como uma ponte, especialmente para prefeituras com limitações técnicas.

Além disso, de acordo com o presidente eleito, outra prioridade imediata da Associação está no aperfeiçoamento do departamento de central de projetos da entidade. A nova gestão da AMM, que se iniciará no dia 2 de janeiro de 2024, focará também na integração e capacitação dos colaboradores.

Léo Bortolin ressaltou que tem como bandeiras e metas de sua gestão o fortalecimento e ampliação da área de qualificação, tanto para servidores e funcionários da AMM, quanto para os gestores e equipes técnicas dos municípios.

O presidente eleito mencionou ainda que trará à instituição para o centro de debates importantes que afetem direta e indiretamente os municípios de Mato Grosso.

“Pretendemos trazer protagonismo à AMM em debates importantes, como a moratória da Soja e a realocação de reservas para atividade minerária, temas que impactam diretamente nos municípios,” concluiu.

Fonte: Isso É Notícia

VÍDEOS EM DESTAQUE

ÚLTIMAS NOTÍCIAS