REDES SOCIAIS

21°C

Paccola diz que pedido de licença é para se dedicar à campanha

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

image

O vereador Tenente Coronel Paccola (Republicanos), disse seu pedido de afastamento está diretamente ligado à sua campanha a deputado estadual. Segundo o parlamentar, é inadmissível que ele continue recebendo recursos de Cuiabá enquanto disputa o cargo no Governo.

“Há muito tempo eu disse que me afastaria, eu não concordo que aqueles que estejam concorrendo nas eleições continuem recebendo recursos do município, não tem como eu receber a verba indenizatória, verba de gabinete, salário de vereador e ainda fazer campanha a deputado estadual, por conta disso, exclusivamente, que eu estou me afastando”, disse o Tenente.

Paccola ainda ressaltou que o afastamento não está relacionado à morte do agente socioeducativo Alexandre Miyagawa. De acordo com o vereador, a decisão já estava em seus planos desde antes do ocorrido.

O parlamentar ainda lembrou sobre a convecção do seu partido, o Republicanos, que deve acontecer nesta sexta-feira (5).

“Amanhã nós teremos a convenção do Republicanos e depois de entendermos que eu tenho plenas condições de concorrer a essa vaga na Assembleia, já era algo que estava em nossos planejamentos há tempos, muito antes dessa situação [morte do agente] acontecer e nós continuamos articulando isso e para que nós possamos nos dedicar”, ressaltou.

O vereador que matou Alexandre no dia 1° de junho com três tiros pelas costas, deve deixar suas atividades parlamentares a partir da próxima segunda-feira (8). Quem assume sua cadeira será seu suplente, Felipe Corrêa (Cidadania).

Fonte: Isso É Notícia

VÍDEOS EM DESTAQUE

ÚLTIMAS NOTÍCIAS