REDES SOCIAIS

34°C

Pacheco diz que CPI mista para investigar atos golpistas em Brasília pode ser criada neste mês

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD-MG), afirmou nesta terça-feira (4) que a Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI) para apurar os atos golpistas de 8 janeiro pode ser criada na sessão do Congresso marcada para 18 de abril.

O pedido de CPI mista ? a ser formada por deputados e senadores ? é de autoria do deputado André Fernandes (PL-CE). Ele é um dos parlamentares alvos de inquérito no Supremo Tribunal Federal (STF) sobre invasões e depredações dos prédios dos Três Poderes promovidas por bolsonaristas radicais no início do ano.

Para o colegiado ser criado, a proposta de CPI precisa ser lida por Pacheco na sessão conjunta de Câmara e Senado.

“Faremos a sessão do Congresso ao meio-dia do dia 18. O líder do governo no Congresso está cuidando com os líderes para que tenhamos uma sessão proveitosa. Além da leitura do requerimento da CPI, [está prevista] a apreciação dos vetos e de um PLN que deve ser encaminhado em relação aos servidores públicos que será encaminhado essa semana para reajuste dos servidores”, afirmou Pacheco.

O presidente do Senado deu a declaração ao ser questionado sobre o tema pelo senador Flávio Bolsonaro (PL-RJ).

O ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) e ala do Congresso que o apoia defendem a instalação da comissão. O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) já disse ser contra a criação de CPIs para analisar o caso. Ele entende que o governo tem instrumentos necessários para apurar os episódios golpistas em Brasília.

Assinaturas

Autor do pedido de CPMI, André Fernandes, disse nesta terça em uma rede social que o requerimento segue com o apoio de 192 deputados e 37 senadores. O número mínimo exigido é de 171 deputados mais 27 senadores.

A senadora Soraya Thronicke (União-MS) havia protocolado também um pedido nesse sentido, mas a CPI seria formada apenas por senadores. Ao fim do prazo, o requerimento foi desidratado, passou de 38 apoiadores para 15 e perdeu a validade.

Fonte G1 Brasília

VÍDEOS EM DESTAQUE

ÚLTIMAS NOTÍCIAS