REDES SOCIAIS

25°C

??Peita? na urna se é homem? diz Emanuel a adversários

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

image

Em meio a um segundo mandato turbulento e desgastado pelas várias operações policiais deflagradas contra membros da administração, os escândalos envolvendo a saúde pública da capital, que forçaram a justiça a decidir pela intervenção na Secretaria Municipal de Saúde (SMS) pelo Governo do de Mato Grosso e as ruas da cidade tomadas pelos buracos, o prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro (MDB) diz estar confiante para as eleições do ano que vem.

Durante seu discurso na inauguração do Cuiabanco na manhã desta terça-feira (11), Emanuel demonstrou-se confiante que fará um sucessor ao Palácio Alencastro, apontando ainda que está bem melhor que seus adversários, aos quais ele ‘intimou’ e fez o desafio para que se lancem para a disputa à Prefeitura da Capital.

“Eu fico vendo aí um monte de coisa, um monte de gente falando, conversando, anunciando. Eu adoro ver esse tipo de formatação, porque são pessoas que não tem ‘cheiro de povo’. (…) ‘Peita’ o Emanuel na urna se é homem, ‘cambada’! (sic.) Vocês vão perder de novo e nós vamos fazer um sucessor. Vamos para a terceira era do ‘pinheirismo’ na Capital. Podem escrever”, asseverou.

Do lado de Emanuel, o principal nome que poderá receber sua “bênção” para a disputar a Prefeitura de Cuiabá em 2024 é o do secretário de Obras e vice-prefeito de Cuiabá, José Roberto Stopa (PV).

Já o grupo político de seu arquirrival, o governador de Mato Grosso, Mauro Mendes (UB), onde vários nomes pretendem ir à disputa, entre eles o presidente da Assembleia Legislativa, deputado Eduardo Botelho, o deputado federal Fábio Garcia e o estadual Alberto Machado, o “Beto Dois a Um” (PSB).

Além deles, o deputado federal Abílio Brunini (PL-MT) – que nas eleições de 2020 disputou o cargo contra Emanuel e perdeu a eleição – é outro nome que nos últimos dias vem sendo ventilado como pré-candidato a prefeito da capital.

Enquanto as eleições municipais não chegam, novos nomes à disputa poderão surgir até o final deste ano e início do ano que vem.

Fonte: Isso É Notícia

VÍDEOS EM DESTAQUE

ÚLTIMAS NOTÍCIAS