REDES SOCIAIS

30°C

Quase 50 dias após queda, ponte é parcialmente explodida em Baltimore; VÍDEO

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email
window.PLAYER_AB_ENV = “prod”

Quase 50 dias após a queda da ponte Francis Scott Key, em Baltimore, um trecho central da ponte foi explodido de forma controlada nesta segunda-feira (13) como esforço para a remoção dos escombros do Rio Patapsco. (Veja no vídeo acima)

A ponte caiu no dia 26 de março após uma de suas bases ter sido atingida pelo navio cargueiro Dali, que perdeu o controle após queda de luz. Seis trabalhadores que estavam na ponte no momento do acidente morreram. Estima-se que a ponte seja reconstruída até o final de 2028.

O trecho da ponte caído sobre o navio ainda não havia sido retirado pelas equipes de limpeza por conta de suas dimensões –tinha 125 metros de extensão e pesava 600 toneladas. Explosivos foram instalados em diversos pontos do escombro e após a explosão os pedaços caíram rapidamente no rio.

Segundo autoridades, os 21 membros da tripulação do navio Dali permaneceram a bordo do navio em uma sala segura enquanto os explosivos foram detonados.

O processo de remoção dos entulhos da ponte é complexo, iniciou em 30 de março e ainda vai durar mais alguns dias. Os esforços de limpeza do acidente é feito por meio de barcos e envolveram a abertura de “canais provisórios” para o trânsito das embarcações que mais barcos pudessem participar dos trabalhos, segundo o governador de Maryland, Wes Moore.

A guarda costeira americana espera conseguir reabrir a rota marítima do rio, importante para o fluxo de navios cargueiros que passam pelo porto de Baltimore, até o final do mês de maio.

A explosão desta segunda foi realizada até por questão de segurança das equipes de remoção, por conta grandes das dimensões do escombro, segundo o governador Moore.

Engenheiros utilizaram cortes precisos para controlar como as ligações de aço da estrutura se cairiam após a explosão, evitando danos ao navio, segundo autoridades. Após a demolição, os pedaços da ponte serão retirados da água por garfos hidráulicos dos barcos.

Com a explosão e a limpeza dos pedaços, o navio Dali poderá ser retirado do local, o que permitirá o restabelecimento do tráfego marítimo no rio.

LEIA TAMBÉM:

window.PLAYER_AB_ENV = “prod”

Reconstrução da ponte

O Departamento de Transportes de Maryland estima que a reconstrução da ponte Francis Scott Key custará entre US$ 1,7 bilhão e US$ 1,9 bilhão (R$ 8,75 bi a R$ 9,8 bi), e prevê que a obra seja concluída até o final de 2028.

Políticos no Congresso dos EUA estão trabalhando em uma legislação que dispensaria a exigência atual de que o estado pague 10% dos custos de reconstrução e garantiria que haja dinheiro suficiente em um fundo federal de reconstrução.

O Departamento de Transporte dos EUA forneceu US$ 60 milhões (cerca de R$ 309 milhões) em fundos de emergência para cobrir os custos de limpeza dos escombros.

“Vamos fornecer a Baltimore tudo o que for necessário para reconstruir”, disse o senador Brian Schatz, que preside o subcomitê responsável pelo financiamento da obra.

O estado de Maryland afirmou que solicitará propostas para reconstruir a ponte até o final de maio.

Fonte G1 Brasília

VÍDEOS EM DESTAQUE

ÚLTIMAS NOTÍCIAS