REDES SOCIAIS

25°C

Vereador expulso do PP por apoiar Emanuel fecha filiação com o MDB

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

Fred Moraes

Única News

@media only screen and (max-width: 767px) {
.img-wrapper {
margin-bottom: 5px;
}

.content-title {
margin-bottom: 10px;
}
}

O vereador Luís Cláudio, expulso do Partido Progressista (PP),  garantiu que já arranjou um novo partido para se filiar e tentar a reeleição no Parlamento Cuiabano. Visto como o braço-direito de Emanuel Pinheiro (MDB), Luís deverá ir para o MDB. Em entrevista à imprensa pouco antes de entrar na Sessão Ordinária desta terça-feira (20), Luís Cláudio disse que fechou com a agremiação em Cuiabá e nos próximos dias participará de um grande evento de filiação promovido pelo MDB.

“Bati o martelo, Luís Cláudio é MDB. Nos próximos dias estaremos fazendo nossa filiação. Estamos indo por um convite do Francisco Faiad, escolhido pela presidência nacional para seguir a frente do partido. Deixo o PP, nova vida que segue”, explica o vereador.

Questionado sobre qual sua visão sobre o futuro do partido mediante as eleições de 2024, – se caminharia com Eduardo Botelho (União Brasil) ou arriscaria defender o nome de Juca do Guaraná – o vereador se absteve de opinar e garantiu que só fala quando assinar a ficha de filiação.

“Eu vou opinar depois que eu assinar a ficha de filiação e registrá-la no TRE. Assim que fizer parte do MDB eu irei opinar, enquanto estiver de fora não!”, finaliza.  

O futuro do vereador estava indefinido após ele ser “convidado a se retirar” do Partido Progressistas (PP) por recusar cumprir a ordem do partido de que todos os filiados deixassem a base de apoio ou cargos relacionados ao prefeito Emanuel Pinheiro, em 2023. Luiis Cláudio, que é vice-líder da Prefeitura de Cuiabá na Câmara Municipal, bateu o pé e acabou expulso.

Em outubro do ano passado, o PP chegou a emitir a carta de anuência que lhe garantia a busca por outro partido sem danos ao mandato atua. No entanto, o parlamentar não logrou êxito em conseguir outra sigla e quase perdeu o mandato. Somente agora, 4 meses depois, conseguiu espaço em outro partido.

Fonte: Isso É Notícia

VÍDEOS EM DESTAQUE

ÚLTIMAS NOTÍCIAS