REDES SOCIAIS

34°C

Aeronaves, drones e lanchas: Uruguai acerta envio de ajuda ao RS

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email
window.PLAYER_AB_ENV = “prod”

Após oferecer ajuda ao Brasil em razão da tragédia que atinge o Rio Grande do Sul, o Uruguai chegou a um acordo com as autoridades locais sobre como essa ajuda acontecerá, informaram fontes diplomáticas. De acordo com essas fontes, serão enviados:

  • um avião KC-130H (com tripulação);
  • helicóptero (Delfin Bell 212)
  • dois drones (com operadores);
  • lanchas de resgate (com tripulação).

Além do Uruguai, outros países vizinhos também ofereceram ajuda ao Brasil, entre os quais Argentina e Venezuela. No entanto, até a publicação desta reportagem, somente o Uruguai já havia definido como será a ajuda.

O Rio Grande do Sul enfrenta mais de uma semana de chuvas e cheias de rios, que alagaram cidades e mataram, até o momento, 66 pessoas. Além disso, outras cerca de 95 mil estão fora de suas casas – desabrigadas ou desalojadas – e cerca de 350 mil estão sem energia elétrica.

A representação do Rio Grande do Sul em Brasília contatou nos últimos dias embaixadores de países vizinhos ao Brasil em busca de auxílio nas operações de resgate.

Em ofício enviado ao embaixador do Uruguai no Brasil, Guillermo Valles, o governador do estado, Eduardo Leite (PSDB), afirmou que o cenário no Rio Grande do Sul é “grave” e que há cidadãos isolados em razão das inundações.

“Nesse momento crítico, nossos esforços devem estar concentrados no resgate de pessoas, e os efetivos disponibilizados atuarão em conjunto com as forças de segurança locais, dentro das condições operacionais cabíveis às ações de busca e salvamento”, afirmou Leite no pedido.

O governador também enviou documento solicitando ajuda à Argentina. Leite pediu o envio de equipes de ajuda humanitária da ‘Comissão Cascos Blancos’, grupo especializado mantido pelo governo argentino.

O governador pediu equipes para colaborar nos resgates, gerenciamento de locais de acolhida e insumos para purificação de água.

Ajuda de outros estados

Em comunicado divulgado no sábado, o governo do Rio Grande do Sul informou que também tem recebido ajuda de outros estados brasileiros.

Segundo o governo local, ao todo, nove estados enviaram efetivos militares e veículos para reforçar as operações.

Levantamento do governo mostra que são cerca de 200 pessoas de Minas Gerais, Goiás, Paraná, Santa Catarina, São Paulo, Bahia, Rio de Janeiro, Mato Grosso e Bahia.

?A totalidade do efetivo está destinada a apoiar a Defesa Civil estadual nos salvamentos das pessoas. A chegada de apoio de outros estados, que tem sido fundamental na ampliação dos resgates, mostra a integração na segurança pública que se tem hoje no país?, afirmou em nota o secretário da Segurança Pública do estado, Sandro Caron.

Fonte G1 Brasília

VÍDEOS EM DESTAQUE

ÚLTIMAS NOTÍCIAS