REDES SOCIAIS

22°C

Aplicativo e-título, do TSE, ficará temporariamente fora do ar até o próximo dia 5

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

O aplicativo e-título, do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), deve ficar fora do ar até o próximo dia 5.

O e-título é a via-digital do título de eleitor e só deve ser usado no dia da votação. Mensagem publicada aos usuários do aplicativo informa que o objetivo da suspensão é priorizar os serviços de emissão e regularização do título de eleitor, serviço feito no site do TSE.

“Buscando priorizar os serviços relacionados ao final do prazo para emissão e/ou regularização do título de eleitor, os serviços do e-título ficarão temporariamente indisponíveis, retornando à normalidade no dia 5/5”, informa o aplicativo.

O site oficial do TSE passou por instabilidade momentânea na tarde desta segunda-feira (2), quando alguns serviços disponíveis no portal chegaram a sair do ar por alguns minutos.

Segundo o tribunal, o problema foi causado pelo alto número de acessos. “As áreas técnicas responsáveis já trabalham para o restabelecimento das páginas e dos sistemas afetados”, diz um comunicado.

Ficaram indisponíveis, por exemplo, as páginas do Processo Judicial Eletrônico (PJe) do tribunal, as áreas de consulta aos processos e os formulários para emissão, regularização e alteração de dados do título de eleitor.


window.PLAYER_AB_ENV = “prod”

Verifique seu título

Para votar nas eleições de 2022, os eleitores a partir de 16 anos têm até esta quarta (4) para pedir a primeira via do título de eleitor ou regularizá-lo. O procedimento pode ser feito pela internet.

Para tirar o documento pela primeira vez, é necessário que o futuro eleitor informe, na página de requerimento do sistema Título-Net, a unidade da federação em que reside. Após esse procedimento, aparecem na tela informações sobre a digitalização dos documentos necessários para a solicitação:

  • uma foto tipo selfie segurando um documento de identificação;
  • comprovante de residência atualizado;
  • certificado de quitação de serviço militar, para homens de 18 a 45 anos.

Na página seguinte, em “Título de Eleitor”, ao solicitar a primeira via, a pessoa precisa marcar a opção “não tenho” para prosseguir com o atendimento. Depois do envio dos dados, os documentos serão analisados pela Justiça Eleitoral. O acompanhamento da solicitação pode ser feito também pelo site.

Para regularizar a situação do título de eleitor ou a retirada da primeira via do documento devem ser solicitadas pelo sistema Título Net, no Portal do TSE. Será preciso anexar documento oficial com foto, comprovante de residência, comprovante de pagamento de débito com a Justiça Eleitoral e comprovante de quitação do serviço militar.

Os que desejam realizar alguma alteração no cadastro eleitoral, devem conferir a situação junto à Justiça Eleitoral, também pela internet. Em seguida, é preciso acessar o sistema Título-Net, solicitar requerimento para o atendimento desejado e enviar a documentação necessária para regularização.

Podcast

Ouça o episódio do podcast O Assunto sobre “Voto jovem: como e por que incentivar”:

Fonte G1 Brasília

VÍDEOS EM DESTAQUE

ÚLTIMAS NOTÍCIAS