REDES SOCIAIS

23°C

Câmara cria comissão para acompanhar investigações sobre desaparecimento de jornalista e indigenista na Amazônia

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

A Câmara dos Deputados aprovou nesta quarta-feira (15) a criação de uma comissão externa para acompanhar, fiscalizar e propor providências sobre o desaparecimento do indigenista Bruno Pereira e do jornalista britânico Dom Phillips no Vale do Javari, no Amazonas.

Pereira e Phillips foram vistos pela última vez em 5 de junho ao chegarem a uma localidade chamada comunidade São Rafael. De lá, eles partiram rumo a Atalaia do Norte, viagem que dura aproximadamente duas horas, mas não chegaram ao destino. Nesta segunda-feira (13), o Senado também criou uma comissão externa para acompanhar as investigações referentes ao caso.

O requerimento para a criação da comissão foi encabeçado pela deputada Joenia Wapichana (Rede-RR), com a subscrição de outros parlamentares de oposição.

Na justificativa para criação do grupo, os parlamentares argumentaram que ?o caso não pode ser tratado com indiferença, sendo necessário o envio de todos os recursos possíveis para que o caso tenha uma rápida solução?.

?Diante de toda essa escalada de violência contra os povos indígenas, seus apoiadores, os protetores ambientais, a Câmara dos Deputados tem o dever de acompanhar e fiscalizar como estão sendo desenvolvidas as ações governamentais para desvendar as circunstâncias do desaparecimento?, diz o documento.

Os deputados citaram ainda informações da União dos Povos Indígenas do Vale do Javari que relatam que Bruno recebia constantes ameaças de madeireiros, garimpeiros e pescadores que atuam ilegalmente naquela região.

No domingo (12), as equipes de busca encontraram um cartão de saúde e outros pertences de Bruno, além de uma mochila com roupas pessoais de Dom na área onde são feitas as buscas pelo jornalista inglês e pelo indigenista no interior do Amazonas.

Nesta terça, em audiência na Câmara, a mulher de Bruno, a antropóloga Beatriz Matos, cobrou respostas verdadeiras e concretas sobre o desaparecimento do marido na Amazônia.

Comissões externas

As comissões externas estão previstas no regimento interno da Câmara. Os grupos podem ser criados pelo presidente da Casa ou a pedido de deputados.

Se a comissão gera custos para a Câmara, como é o caso da comissão proposta, a criação deve ser autorizada em votação no plenário. Com a aprovação, serão nomeados os membros da comissão.

Fonte G1 Brasília

VÍDEOS EM DESTAQUE

ÚLTIMAS NOTÍCIAS