REDES SOCIAIS

28°C

Santos que protegiam gabinete ‘já estão de toga’, brinca Dino após ganhar prazo extra no ministério

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

Confiante no acerto inicial com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva, de que ficaria no comando do Ministério da Justiça só até esta sexta-feira (12), o ministro Flávio Dino embalou a mudança. E levou para casa, entre outros itens, os Santos ? ele escreve assim, com inicial maiúscula ? que ficavam no gabinete.

São mais de 20 imagens que Dino carrega para onde vai, como uma proteção.

Na noite de quarta (12), quando Lula pediu que Flávio Dino permanecesse no ministério até o fim deste mês, assessores chegaram a recomendar que os Santos fossem trazidos de volta para o gabinete.

Em conversa com o blog, o ministro afirmou que as imagens ficarão em sua casa até a posse no Supremo Tribunal Federal, marcada para 22 de fevereiro.

“Os Santos já estão todos de toga, esperando entrar em ação no STF”, brincou o ministro, católico e devoto de múltiplos santos da religião.

window.PLAYER_AB_ENV = “prod”

Ministério sem ‘número 2’

Para além do futuro dos Santos, Flávio Dino tem outro problema para resolver. Seu secretário-executivo na Justiça, Ricardo Cappelli, tirou 15 dias de férias e só volta a trabalhar no fim de janeiro, quando fará a transição para o sucessor a ser indicado pelo novo ministro, Ricardo Lewandowski.

Substituto direto de Cappelli, o secretário-executivo-adjunto Diego Galdino já foi exonerado no início da semana. Já tinha sido acertado que ele voltaria para o Maranhão, porque acabou de ser pai e quer acompanhar a mulher no estado.

Agora, há chances de que Galdino seja “convocado” para voltar a Brasília por mais duas semanas, para comandar o ministério durante o mês de fevereiro até que Lewandowski tome posse e indique seus secretários.

Fonte G1 Brasília

VÍDEOS EM DESTAQUE

ÚLTIMAS NOTÍCIAS