REDES SOCIAIS

33°C

Senado começa a substituir carpete danificado por golpistas; custo passa de R$ 800 mil

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

O Senado começou a trocar parte do carpete que dá nome ao principal salão da casa, o Salão Azul. A substituição de 1, 6 mil m², iniciada na quinta-feira (16), terá o custo estimado de R$ 818 mil.

Nos atos golpistas de 8 de janeiro, o carpete foi inundado e corroído pelo pó químico presente nos extintores de incêndio.

“Durante os atos de depredação, houve utilização excessiva dos extintores de incêndio do tipo ABC (pó químico)”, afirmou o Senado em nota.

Especialistas da Casa afirmaram algumas partes do carpete foram destruídas de forma irreversível e que não será possível recuperar a estrutura original do piso.

“Mesmo após diversas tentativas de limpeza e de recuperação, a umidade prolongada e a exposição a agentes químicos geraram apodrecimento de alguns componentes do carpete, com produção de mau cheiro, manchas, deslocamentos e enrugamentos em alguns locais”, apontou o Senado.

A Casa estima que 90% do carpete original será descartado como entulho. As sobras, cerca de 10%, serão guardadas para a equipe de manutenção do Senado utilizar na realização de reparos pontuais.

O procedimento será feito em duas etapas. A primeira agora, e a segunda prevista para a primeira quinzena de abril.

De acordo com o Senado, o novo carpete tem a mesma cor, formato e aspecto do que está atualmente no chão e que foi instalado em 2015.

Fonte G1 Brasília

VÍDEOS EM DESTAQUE

ÚLTIMAS NOTÍCIAS