REDES SOCIAIS

28°C

Sigla de acesso LUL22 foi protesto contra prisão ilegal, diz novo juiz da Lava Jato

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

O novo juiz da Lava Jato, Eduardo Appio, afirmou nesta segunda-feira (22), no Estúdio i, que de fato usou a identificação eletrônica alusiva Lula no sistema processual da Justiça. A sigla LUL22, segundo ele, era um protesto individual contra a prisão ilegal do então ex-presidente.

“Alguns anos atrás, quando o presidente Lula ainda estava preso, a minha sigla de acesso ao sistema da Justiça Federal era ‘LUL22’. Na época eu trabalhava com matéria previdenciária e esse foi um protesto isolado, individual, contra uma prisão que eu reputava ilegal. E depois, de fato, o STF [Supremo Tribunal Federal] considerou a prisão ilegal”, disse.


window.PLAYER_AB_ENV = “prod”

Ele afirmou que a senha foi um protesto isolado e individual, mas que não se identifica como petista. “Eu acho que o atual presidente Lula é uma figura histórica muito importante para o país. Erros e acertos [de Lula] vão ser julgados pela Justiça”, diz.

Sobre ataques contra ele, Appio diz que não terão consequências. “Eu não acredito que nenhum ataque desleal, a essa altura do campeonato, seja de onde vier, vá produzir algum efeito concreto. A minha carreira acadêmica profissional toda foi marcada pela defesa das garantias constitucionais, Constituições e, acima de tudo, pela prudente avaliação que os juízes devem fazer nessas ações de grande impacto”, completa.

Fonte G1 Brasília

VÍDEOS EM DESTAQUE

ÚLTIMAS NOTÍCIAS